MEI passa a emitir guia única para recolher INSS e FGTS de empregado

Débitos tributários federais: novo acordo de transação para processos de pequeno valor
26 de agosto de 2021
Quais são os procedimentos na devolução de aquisição de bem ou mercadoria?
28 de setembro de 2021

MEI passa a emitir guia única para recolher INSS e FGTS de empregado

Mudança vem com a Resolução nº 160 do Comitê Gestor do Simples Nacional, que também define critérios mais objetivos para as ocupações permitidas ao MEI

O Microempreendedor Individual (MEI) passará a emitir guia única – o chamado Documento de Arrecadação do eSocial (Dae) – que agregará valores do INSS e do FGTS sobre a folha de pagamento do empregado segurado que possua.

A decisão consta da Resolução nº 160 do Comitê Gestor do Simples Nacional (CGSN), que garantiu que o Portal Simplificado do eSocial permita a emissão do Dae.

No módulo eSocial para o MEI deverá ser informado apenas os dados referentes ao empregado segurado do MEI. Os tributos referentes ao próprio MEI continuarão a ser pagos por meio do DAS gerados no PGMEI e declarados anualmente na DASN SIMEI.

Pela Resolução, o recolhimento do Dae deverá ocorrer até o dia 20 do mês subsequente àquele em que os valores são devidos.

CRITÉRIOS MAIS OBJETIVOS

A Resolução do CGSN também define critérios objetivos para ocupação permitida ao MEI. Por exemplo, o texto estabelece que a ocupação exercida pelo MEI possa ser realizada sem cessão de mão de obra; possa ser executada por até duas pessoas; consiga ser exercida em um único estabelecimento; entre outros critérios.

A proposta é que essas definições mais claras permitam maior segurança jurídica à análise das ocupações.

Fonte: Diário do ComércioLink: https://dcomercio.com.br/categoria/leis-e-tributos/mei-passa-a-emitir-guia-unica-para-recolher-inss-e-fgts-de-empregado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.